SPCD apresenta a segunda parte da temporada 2019

Por Metro

A São Paulo Companhia de Dança coloca no palco a partir de hoje a segunda parte da temporada de 2019, que conta com mais seis espetáculos. A abertura fica com a novidade “Vai”, do norte-americano Shamel Pitts. Ao lado do espanhol Goyo Montero, com “Anthem”, fazem suas primeiras criações para uma companhia do país.

No espetáculo que será encenado de hoje a domingo, a coreografia de Pitts traz um futuro pós-apocalíptico a partir da capacidade humana de recomeçar, em uma jornada baseada na euforia, excentricidade, descobrimento, encantamento e compartilhamento. O programa destes quatro dias ainda terá “Ngali…”, obra premiada do brasileiro Jomar Mesquita, que retrata diferentes relações amorosas que incluem um terceiro; e “Odisseia”, da francesa Joëlle Bouvier, que traz uma estrutura dramática e poética que aborda temas ligados à questão dos migrantes: mudança, transição, partida e a esperança de uma vida melhor.

De 7 a 10 de novembro é a de “Anthem, de Goyo, e outras duas obras: “Melhor Único Dia”, criação premiada do brasileiro Henrique Rodovalho que procura traduzir, de alguma forma, a curta existência que se expressa através do movimento em grupo; e “Supernova”, criação de Marco Goecke, com remontagem de Giovanni Di Palma, inspirada pelo fenômeno astronômico das supernovas, na qual contrastes como a morte e a vida, escuro e claro, estão ligadas pela energia de cada corpo.  

Serviço

No Teatro Sérgio Cardoso
(r. Rui Barbosa, 153, Bela Vista; tel.: 4003-1212).
Estreia. Qui. a sáb.,
às 20h; dom., às 17h.
De R$ 40 a R$ 65. Até 10/11.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo