Milton Nascimento publica nota contra deputado que usou 'Coração de Estudante'

Por Estadão Conteúdo

Em seu perfil no Instagram, o músico Milton Nascimento publicou uma nota de repúdio contra o deputado estadual de Minas Gerais Coronel Henrique (PSL/MG). Na postagem, a equipe do artista afirma que o parlamentar usou indevidamente em uma propaganda institucional a música Coração de Estudante, de Milton e Wagner Tiso, sem autorização.

Ainda segundo a publicação, o deputado não pediu aos autores permissão para usar a canção em seu material. A assessoria de Milton informa que a editora da música foi acionada pelos autores e deve entrar com uma ação judicial. Contatada, a assessoria do deputado informou que deve divulgar um posicionamento sobre o assunto.

View this post on Instagram

NOTA DE REPÚDIO | Viemos através deste comunicado denunciar o uso indevido da música Coração de Estudante (Wagner Tiso e Milton), numa propaganda institucional do deputado estadual @coronel_henrique (PSL/MG). Nem os advogados de Milton, nem do parceiro dele, Wagner Tiso, deram qualquer tipo de autorização ao deputado. É com enorme surpresa que denunciamos este ato de extrema usurpação da obra alheia e violação da lei 9.610/98 (Lei dos Direitos Autorais). E o que mais nos impressiona é que essa atitude veio justamente de “pessoas de bem” como o tal coronel que tanto falam de “roubo” e “corrupção” em suas manobras de campanhas mas que, pelo jeito, não passa de mero discurso. Fica aqui registrada a nossa indignação. (Ps: os advogados da Nascimento Música já estão tomando as medidas cabíveis).

A post shared by Milton Nascimento (@miltonbitucanascimento) on

Trump

No ano passado, o vocalista do Aerosmith, Steven Tyler, enviou uma notificação judicial por meio de sua advogada pedindo para o presidente Donald Trump parar de usar a música Livin' on the Edge em seus comícios. Na carta, a advogada da banda cita o Lanham Act, uma lei americana que protege conteúdo intelectual, destacando o trecho que proíbe "qualquer designação falsa ou descrição enganosa ou representação de fato que possa causar confusão ou sugerir afiliação, conexão ou associação de uma pessoa a outra, como patrocínio ou apoio".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo