YOUPIX Summit 2019: 'Muitos não entram em debates por falta de conhecimento', diz Felipe Castanhari

Por Luccas Balacci - Metro São Paulo

O YOUPIX Summit 2019 reúne nesta quarta-feira, 11 de setembro, influenciadores, criadores de conteúdo e representantes de grandes empresas que atuam ativamente na internet. São quatro palcos com palestras, debates, rodas de conversas e entrevistas para debater o mercado digital e seu futuro.

No Creator Talks, Felipe Castanhari foi entrevistado por Mauro Nakada. Os dois somam milhões de inscritos e visualizações no YouTube, sendo o primeiro com vídeos didáticos inovadores no canal Nostalgia e o segundo com vídeos de entretenimento voltados ao público juvenil.

O início da conversa relembrou o episódio em que Castanhari, no início de sua carreira, quase teve a conta excluída na rede social de vídeos. Em 2012, ele publicou um vídeo sobre Simpsons que, na interpretação do YouTube, violava direitos autorais. "Eu usei 45 segundos de uma abertura do Guillermo del Toro. Recebi um email do YouTube que meu canal seria deletado em sete dias", contou.

Um pedido de ajuda na internet trouxe notoriedade ao produtor de conteúdo, que na época tinha cerca de 200 mil seguidores. Hoje são mais de 12 milhões. "Eu só consegui passar dos 10 milhões por estar em constante evolução e análise do que está funcionando na internet."

Youpix summit 2019 Castanhari abriu a programação do palco Creator Talks / Metro

Em outra lembrança de seu início de carreira, ele admite que precisou de tempo e conhecimento para criar sua identidade, mesmo tendo conhecimentos prévios sobre criação. "Já fui designer e animador 3D, tinha um background. O meu primeiro vídeo era terrível, eu era uma cópia barata do PC Siqueira. Me voltar a ele mostra como eu melhorei."

O segredo para o sucesso, segundo Castanhari, é acompanhar os assuntos que estão sendo debatidos do momento. Um exemplo é o seu recente vídeo sobre as queimadas na Amazônia, que atingiu mais de 2,3 milhões de visualizações. "Muitas pessoas não conseguem entrar em um debate por falta de conhecimento. A sociedade quer consumir esses vídeos para ter o que falar, para argumentar com um colega depois", explicou.

Sobre as ambições e objetivos de ser um criador de conteúdo, Castanhari brincou: "Todo mundo que coloca vídeo na internet tem ambição de ser famoso. Se negar isso está mentindo, senão postava no Vimeo." A fama, para o influenciador, teve impacto em sua rotina. "É uma consequência do trabalho, ter o reconhecimento mas também ser reconhecido. Tem horários que você precisa evitar shopping, passar na frente de uma escola… Isso gera uma comoção, pode atrapalhar as pessoas. Ou as vezes você está sem saco mesmo."

O youtuber admitiu que, em 2019, publicou poucos vídeos – foram apenas cinco. "Meus esforços estão na série da Netflix, é tudo que eu tenho feito", disse. O material está em produção e deve ser entregue para a gigante do streaming até o fim de novembro. "Eu quero entregar o melhor possível e estou empolgado de conversar com uma audiência mais nova e mais exigente. É uma responsabilidade grande!"

Confira no site da YOUPIX Summit 2019 mais informações sobre o evento e a sua programação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo