'Prism': Ópera premiada leva enredo sobre violência contra a mulher ao Theatro Municipal

Por Metro Jornal

Fruto das experiências pessoais das autoras Ellen Reid e Roxie Perkins, a ópera “Prism”, que estreia nesta quarta-feira (4) no Theatro Municipal, ganhou, em abril, o Pulitzer na categoria composição musical, e, em julho, o prêmio de melhor ópera inédita pelo Music Critics Association of North America. Espécie de parábola, fala de abusos sexuais e emocionais contra as mulheres. A mezzo soprano Rebecca JoLoeb e a soprano Anna Schubert são, respectivamente, mãe e filha da trama carregada de tensão psicológica, cujo enredo trata de um trauma decorrente de violência física e psicológica.

Em paralelo às apresentações, nesta sexta e sábado o Municipal promove, com entrada franca na Sala do Conservatório na Praça das Artes, ciclo de conversas sobre os desafios da mulher no mundo da música e da ópera. Os espetáculos serão acompanhados pela Orquestra Sinfônica Municipal, sob direção musical e regência de Roberto Minczuk, e participação do Coral Paulistano, dirigido pela maestrina Naomi Munakata.

“Prism” estreou em novembro de 2018 no Off Grand Opera, de Los Angeles, seguindo, no início deste ano, para o Festival Prototype, em Nova York, com grande sucesso de crítica. São Paulo é a terceira cidade do mundo a receber a ópera.

“‘Prism” chega impulsionando nosso projeto artístico de diversidade e pertencimento”, explica Hugo Possolo, diretor artístico do Theatro. “Esta obra ressalta a abertura para óperas contemporâneas, cuja qualidade merece visibilidade e reconhecimento, e também aponta para a importância dessa linguagem abordar conteúdos de relevância social, como a questão do assédio, tratado com impactante poesia por Ellen Reid e Roxie Perkins.”

Serviço
Theatro Municipal
Praça Ramos de Azevedo, s/no – Centro
Tel.: 3053-2100
Até 14/9
R$ 20 a R$ 180
theatromunicipal.com.br

prism theatro municipal Maria Bonanova/divulgação
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo