Com diversas referências, grupos de dança do Nordeste se apresentam em São Paulo

Por Metro Jornal

O tamanho do Brasil faz com que seja caro para que grupos de teatro e dança apresentem suas obras para além de suas regiões. A programação que abre nesta quinta-feira (15) no Itaú Cultural (av. Paulista, 149, Paraíso, tel.: 2168-1777) busca atacar esse problema com 10 espetáculos vindos de estados como Rio Grande do Norte, Ceará e Bahia, todos com entrada grátis.

A seleção revela uma multiplicidade de referências que vão da dança de rua às danças populares, demonstrando a pluralidade da produção país afora. Quem abre os trabalhos é a companhia potiguar Gira Dança, formada por bailarinos com e sem deficiência. Hoje, às 20h, o grupo apresenta “Bando: Dança que Ninguém Quer Ver”, que reflete sobre seus 15 anos de atuação.

Leia mais:
Receita paga restituições do 3º lote do Imposto de Renda 2019 nesta quinta
Onde está Diana? Estátua de dois metros desaparece do Anhangabaú

Na sexta-feira (16), no mesmo horário, é a vez de “Alguns Outros”, coreografado pela alemã Toula Limnaios. No sábado (17), às 20h, a dança é puxada pelos cearenses do Corpomudança, com o espetáculo “D’Kebrada – Memórias de um Território”.

A primeira semana fecha domingo (18), às 19h, com a dança popular do pernambucano Angelo Madureira, radicado em São Paulo. Os espetáculos seguem até 1ª/9. Veja a programação em itaucultural.org.br.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo