MasterChef Brasil: ‘Vim para mudar de vida’, conta Juliana Nicoli

Por Angela Correa

Apesar de ter sido eliminada no Top 4 do MasterChef Brasil, a administradora hospitalar Juliana Nicoliafirmou em entrevista para Ana Paula Padrão nesta terça-feira, 13, que realizou seus sonhos ao participar do programa. Depois de sua eliminação, ela se inscreveu no curso de gastronomia da Le Cordon Bleu.

"Eu vim para o MasterChef querendo mudar de vida. Já era uma pretensão minha, em 2020, fazer Gastronomia. O programa só adiantou isso na minha vida. Foi no melhor momento, na melhor hora e, não é à toa que eu saí estudando gastronomia", disse Juliana à apresentadora do MasterChef Para Tudo.

"O MasterChef é um divisor de águas para qualquer pessoa que passa aqui. Você leva isso para a vida como algo muito especial, como aprendizado. Você entra dentro de você e acaba aprendendo muito mais com você mesma. Aqui, você é o seu pior inimigo e o seu melhor amigo", continuou.

"Já estou na Le Cordon Bleu. Vou completar o curso e sair formada. Eu ia fazer de qualquer jeito, mas acho que o MasterChef me trouxe um olhar para a gastronomia diferente. Cresci tanto aqui dentro, que hoje eu já estou preparada para a cozinha ou evento. Eu aprendi muita coisa aqui dentro", garantiu.

Atualmente trabalhando na área com eventos, a cozinheira amadora contou um pouco sobre os ossos do oficio. "Fui fazer um evento em Belo Horizonte e teve um problema com a panela de pressão. Eu fui defender a pessoa que estava do lado e ela explodiu em mim. Estou com o braço e o antebraço inteiros queimados", revelou.

"Provavelmente [vai ficar marca]. É um tratamento de tempo. São pelo menos uns três meses tratando direto e, depois, quase um ano para voltar ao normal. Aconteceu [esse acidente], ainda não tinha servido o almoço. Eu terminei todo o almoço com os braços queimados, aí eu fui ver [no hospital] e voltei para fazer o jantar", completou.

Durante o bate-papo, Juliana relembrou alguns momentos especiais da sua participação. Dentre eles, a sua eliminação em uma prova contra Eduardo Richard; os elogios de Erick Jacquin ao seu prato de chuchu doce com cardamomo; e a emoção de reproduzir reprodução do prato de ravióli de espinafreda vó da Paola Carosella.

"Quando eu vi a história, aquilo foi me remetendo [à minha história] e eu acho que eu fui tão longe que eu não estava mais ali. Foi muito difícil completar essa prova. Acho que o MasterChef é um dia após o outro e, esse dia, foi uma batalha bem grande", explicou. Ao final, Juliana falou sobre sua relação fora das câmeras com Fernando ConsoniAndré BorattoLorena DayseHelton Oliveira e Haila Santuá. Assista à entrevista completa no vídeo abaixo.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo