Laura Ferreira relembra incentivo de Boechat: “Estou aqui muito por conta dele”

Por Tatiane Moreno/ Portal da Band

Laura Ferreira estreou na útima segunda-feira, 5, no comando do "Bora SP" ao lado de Joel Datena. Meteorologista e radialista por formação, a apresentadora começou a carreira na Band há 19 anos. Depois disso saiu para trabalhar em outros lugares e, quando voltou, há cerca de 10 anos, foi convidada para atuar no rádio e na TV.

Em entrevista ao Portal da Band, ela relembrou sua trajetória e se emocionou ao falar da relação com Ricardo Boechat, que perdeu a vida em um acidente aéreoem fevereiro deste ano. "Dez dias antes dele morrer teve um deslizamento no Rio de Janeiro e, infelizmente, foi a última bronca que recebi. Ele dizia que eu tinha de ser mais clara ao falar da previsão do tempo. Queria saber por que a meteorologia não conseguia prever um deslizamento, por exemplo. Por que não demos o volume das chuvas e não éramos tão precisos como nos Estados Unidos. Ele cobrava muito, mas dizia: 'Se estou pegando no seu pé é porque gosto de você e sei que tem potencial. Eu estou aqui para de ajudar no que for preciso"", afirmou.

Com os olhos marejados, Laura contou que tenta colocar em prática tudo o que colega de emissora sempre te ensinou. "Muita gente tinha medo do Boechat por achar ele bravo. Ele me dava muitas dicas em relação ao trabalho e criticava muito também, mas sempre com comentários construtivos para eu melhorar e crescer profissionalmente. Sem dúvida nenhuma estou aqui hoje muito por conta dele".

A última vez que os dois se falaram ficou marcada na memória da apresentadora. "Durante o Jornal da Band ele estava muito bravo comigo. Fiz a previsão do tempo, olhei para ele, recebi um sinal de joia e ele ainda falou: 'É isso que eu quero, é isso que você tem que fazer: explicar'. Saí de lá e nunca mais o vi depois, mas aquele comentário positivo fez toda a diferença para mim".


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo