Game of Thrones: Por que Drogon queimou o Trono de Ferro? Roteiro explica

Por Metro Jornal

Mais de dois meses após o fim de "Game of Thrones", os fãs da série da HBO ainda têm algumas dúvidas pontuais sobre o desfecho da saga baseada nos livros de George R. R. Martin. Uma das principais é: por que afinal o cobiçado Trono de Ferro foi incinerado por Drogon? Seria esse um símbolo do poder que acabou transformando Daenerys (Emilia Clarke), a mãe dos dragões, em uma tirana.

A resposta é mais prosaica do que se imagina, segundo trecho do roteiro divulgado no Emmy Awards. A série, que encerrou uma bem-sucedida trajetória na HBO, concorre a 32 prêmios no Oscar na televisão, que vai ser realizado em setembro.

Escrita pelo criadores David Benioff e D.B. Weiss, a cena mostra o dragão colocando fogo em tudo depois que Daenerys é morta por Jon Snow (Kit Harington). A destruição do trono foi casual. As simbologias ficam só por conta dos fãs.

O trecho diz: "O dragão olha para Jon. Vemos o fogo subir por sua garganta. Jon também vê. Ele se prepara para morrer. Mas a rajada não é para ele. Drogon quer queimar o mundo, mas não vai matar Jon. Ele queima a parede de trás, derrubando o que resta dos grandes blocos de pedra vermelha. Nós olhamos por cima do ombro de Jon enquanto o fogo se alastra pelo trono – não o alvo da fúria de Drogon, mas um mero espectador atingido pelo fogo", diz.

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo