Dony de Nuccio pede demissão da Globo após polêmico contrato com banco

Por Metro Jornal

Dony de Nuccio desfalca, a partir desta quinta-feira (1º de agosto), a bancada do "Jornal Hoje". O jornalista da Globo pediu demissão depois que uma reportagem do site Notícias da TV mostrou que o âncora fez negociações com clientes por meio de sua empresa de comunicação, o que contraria as normas da emissora.

Leia mais:
13 Reasons Why ganha teaser com mega spoiler da terceira temporada
Atriz é alvo de críticas após ser mordida por gato e quase ter mão amputada

A Prime Talk faturou R$ 7 milhões em contrato de serviços para o Bradesco. A empresa produziu vídeos de treinamento para funcionários do banco, alguns com o próprio Dony, sem que a Globo fosse avisada anteriormente.

O jornalista, também formado em Economia, assumiu o posto de âncora do "Jornal Hoje" ao lado de Sandra Annenberg, em 2017, substituindo Evaristo Costa. Antes, era um dos apresentadores da Globo News. Nesse período à frente do jornal vespertino, também fez plantões no "Fantástico" e no "Jornal Nacional".

O site Notícias da TV também divulgou trechos de e-mails trocados entre o jornalista e Ali Kamel, diretor de Jornalismo da emissora, quando ele pediu demissão. "Reitero que minha função não era negociar valores com clientes, mas sim trabalhar na concepção dos projetos e em seu conteúdo", diz um trecho da mensagem.

Dony admitiu que feriu o código de ética da Globo."Frente à recente onda de ataques que venho sofrendo, e com indícios de criminosa invasão de computadores, arquivos e mensagens, procurei vasculhar o histórico de dois anos de e-mails enviados por mim enquanto cumpria função na empresa. De fato, na esmagadora maioria das vezes, eu não tratava de valores com contratantes. Mas, em algumas circunstâncias pontuais, e das quais eu sinceramente não me recordava, há sim menção a cifras e projetos. (…) De qualquer forma, fui traído pela memória. E me penitencio por isso", afirmou.

"Quanto mais perto estamos do topo da montanha, mais forte é o vento. E é esperado que seja assim. Mas essa contínua campanha para me destruir e sangrar a qualquer custo não pode prosperar. Não faz bem nem a mim, nem à minha família. Por esse motivo, embora com aperto no coração, solicito meu afastamento do telejornalismo", finalizou.

 

 

 

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo