Vendido como 'novo Woodstock', festival já tem desistências de Jay-Z e Miley Cyrus

Por Metro Jornal

O festival comemorativo Woodstock 50 está encarando novos problemas. Após passar por mudança de local e dificuldades de financiamento, dois de seus principais artistas pularam fora do evento nos últimos dias: Jay-Z e Miley Cyrus.

LEIA MAIS:
Seguindo a onda da Disney, Pinóquio vai ganhar live-action italiano
Influenciadora digital russa é encontrada morta dentro de mala

O Woodstock 50 surge para celebrar os 50 anos do festival original, que começou em 1969 e tornou-se um símbolo da transgressão jovem e do movimento hippie na década de 70. Inicialmente contando com artistas como Santana, The Killers e Robert Plant, a festa agora têm sido transferida entre diferentes locais pelos Estados Unidos e, aos poucos, perdendo seu "hype".

Na última semana, o rapper Jay-Z e o vocalista John Fogarty, da banda sextagenária Creedence Clearwater Revival, desistiram de integrar o line-up. Ontem, na terça-feira (30), a imprensa norte-americana reportou a desistência da cantora Miley Cyrus.

O guitarrista Carlos Santana e as bandas The Lumineers, The Raconteurs e Dead & Company também deram para trás no evento.

O festival está marcado para os dias 16, 17 e 18 deste mês, e, após duas mudanças de espaço, deverá ocupar o anfiteatro Merriweather Post Pavilion, em Maryland. A lista de artistas ainda conta com cerca de 80 nomes, apesar das desistências.

Até o momento, a venda de ingressos não começou, e valores ainda estão em especulação – existe, ainda, a possibilidade de ser um festival gratuito, com menor expectativa de público.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo