MasterChef Brasil: Helton é eliminado de novo e desabafa; leia entrevista

Por Band.com.br

O participante mais jovem do MasterChef Brasil, Helton Oliveira, acabou eliminado pela segunda vez na competição. O mineiro voltou para o programa na repescagem, se destacou nas provas, mas não chegou à grande final do talent show.

Após o anúncio da eliminação deste domingo, 28, a chef Paola Carosella aconselhou Helton a não se deslumbrar com a fama no programa e disse para ele começar na cozinha por baixo e seguir estudando muito.

“A partir de agora eu pretendo estudar, focar na minha carreira. Realmente percebi que não sei muito de cozinha, vou seguir o conselho da Paola, pegar experiência, estudar muito”, revelou em entrevista ao Portal da Band.

Depois de perder a última prova em equipes desta temporada, Helton disputou a eliminação ao lado dos amigos Haila e Eduardo R: “A gente jogou muito mal, ir pra eliminação contra os dois foi muito tenso. Eu já estava muito preocupado. Eu ia ficar na equipe da Lorena, era uma estratégia, mas acabou dando no que deu”, contou.

Leia também:
MasterChef Brasil: Eduardo R. deixa o pato cair no chão e se desespera
MasterChef Brasil: última prova em equipe deixou Paola ‘nos nervos’

Na prova de eliminação, os cozinheiros tiveram que reproduzir a receita do pato de Pequim, muito popular em todo o mundo, para seguir na competição.

“Eu tinha conversado com a Haila que eu não queria que caísse assado de nada. Na hora que eu vi o pato foi um pesadelo. É muito difícil de fazer, um bom assado tem que ter o ponto rosado, ainda mais o pato, não pode estar seco, a pele crocante”, disse o cozinheiro sobre a receita.

Pela pouca idade, o mineiro não tem conhecimento amplo de outras gastronomias: “Eu realmente não sabia os temperos que tinham lá, era oriental, asiático, o Edu e a Haila conhecem mais esse novo mundo do que eu. Era um medo que caísse esse desafio, mas aconteceu”, frisou.

Sobre o futuro do jogo, o cozinheiro revelou sua torcida: “No MasterChef não ganha só quem cozinha muito bem, é quem joga, quem tem estratégia. Eu acho que a Juliana N. tem muita estratégia, e é uma grande candidata a chegar na final. Eu torço pro Edu e pra Haila ganharem”.

Com o grande objetivo de cursar gastronomia na Le Cordo Bleu, Helton vai fazer o que puder para realizar este sonho: “Eu não tenho dinheiro para pagar o curso, mas eu vou tentar financiar. Na vida nada é fácil. Eu não nasci em berço de ouro, então vou correr atrás”, completou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo