'Os Cavaleiros do Zodíaco' ganha nova roupagem em animação da Netflix

Por Metro Jornal

A extinta TV Manchete foi responsável por apresentar o conceito de anime às crianças brasileiras dos anos 1990.

Com uma história inspirada em mitologia grega, traço diferente das animações americanas e arco dramático que pensava a saga de cada episódio, produções como “Os Cavaleiros do Zodíaco” eram uma bem-vinda novidade em meio à enxurrada de apresentadoras loiras nas manhãs da televisão brasileira.

Não demorou para que a série se tornasse um sucesso – fenômeno que se repetiu em outros países para além do Japão –, culminando no desenvolvimento de spin-offs e longas-metragens pelo estúdio Toei, além de um sem-número de itens colecionáveis.

Não é de hoje que a Netflix tem investido na memória afetiva de seu público, e “Os Cavaleiros do Zodíaco” é o mais novo título do passado a ser resgatado no formato de um remake.

Veja também:
Iain Glen, o Jorah Mormont de ‘Game of Thrones’, é atração confirmada na CCXP19
Terminou La Casa de Papel 3? Saiba o que vem por aí na Parte 4

A principal diferença está estampada no visual: a animação em 2D dá lugar à computação gráfica, conferindo aura de videogame à série. O cerne na trama, no entanto, segue o mesmo, ainda que as lutas tenham perdido seu protagonismo e o público-alvo da vez pareça ser ainda mais infantil.

Seiya se vê separado da irmã, Seika, ainda na infância. Anos mais tarde, ele desenvolve seu cosmo, o que lhe dá poderes, e inicia um treinamento para seguir seu destino como cavaleiro responsável por proteger uma nova encarnação de Atena, deusa da sabedoria, cuja existência é responsável por equilibrar as forças na Terra. Por trás de tudo isso, Seiya busca reencontrar Seika.

Uma adaptação importante para uma época na qual representatividade feminina se tornou item obrigatório é a transformação de um dos cavaleiros, Shun, em mulher.

Há ainda a introdução de um personagem, o empresário Vander Guraad, que pesquisa os cavaleiros com o objetivo de implantar os poderes deles em serviços militares e, assim, evitar que o planeta fique à mercê da vontade dos deuses.

A primeira temporada tem 12 episódios – 6 já estão disponíveis, e os demais ainda não têm previsão de chegada à plataforma.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo