Bruna Surfistinha responde a crítica de Bolsonaro: 'cuidando demais do que não precisa'

Por Metro Jornal

As críticas proferidas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao filme de 2011 "Bruna Surfistinha" foram respondidas pela própria protagonista duas vezes: primeiro, a atriz Deborah Secco, que viveu a personagem, defendeu a obra e a necessidade de pluralidade na arte. Agora, a própria Bruna Surfistinha se pronunciou sobre a fala.

Raquel Pacheco, que trabalhou como garota de programa sob a alcunha de "Bruna Surfistinha", usou suas redes sociais para responder à Bolsonaro. No Twitter, ela afirma que o presidente deveria "cuidar menos do que não precisa", e prestar atenção à moral de sua própria família.

Na tarde desta sexta-feira, Raquel publicou: "Sobre mais uma infeliz declaração do Bolsonaro, digo que antes dele fazer juízo de valor sobre os outros, deveria cuidar da moral da própria família e do nosso país".

Ela continua: "Ele está cuidando demais do que não precisa e fazendo pouco do que é realmente necessário para termos um país melhor".

Depois da publicação do tuíte, ela ainda compartilhou um vídeo em que o presidente aparece dando entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que utilizava o dinheiro de seu auxílio moradia – parte de sua remuneração no cargo de deputado –, para "comer gente".

"Comer gente, UAU. Super família hein", comentou a ex-garota de programa. "Então tá".

Deborah Secco reage a crítica de Bolsonaro a ‘Bruna Surfistinha’: ‘a arte tem que falar sobre tudo’

A atriz, que interpretou a garota de programa Raquel Pacheco, defendeu que não se pode "esconder a realidade do país"


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo