Óperas e festival ocupam Theatro Municipal até fim do ano

Por Metro Jornal

O ano começou de forma turbulenta no Theatro Municipal, com um impasse quanto a sua gestão e a troca no comando da Secretaria Municipal. Isso fez com que a temporada de 2019 não fosse divulgada oficialmente, sendo revelada a conta-gotas.

Passada a tormenta, o espaço anunciou na terça-feira (16) o que o público pode aguardar para o segundo semestre.

Além de “Rigoleto”, que estreia neste sábado (20), serão apresentadas outras duas óperas. A primeira, agendada para setembro, será a contemporânea “Prism”, de Ellen Reid, vencedora do Pulitzer de música deste ano. A segunda, ainda sem data, será a opereta “A Viúva Alegre”, de Franz Lehár, com direção de Miguel Falabella.

Entre setembro e outubro, o espaço realiza o Festival Eté, dedicado às artes do corpo, com “Um Jeito de Corpo”, do Balé da Cidade, e participação do Balé Nacional da Coreia. A Orquestra Sinfônica Municipal fará concertos natalinos, além de programas sobre Wagner, Beethoven e Händel. As séries Happy Hour, Quartas Musicais, Teatro no Municipal e Novos Modernistas seguem ativas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo