Pai de Avicii acredita que filho não planejou suicídio: 'Foi algo como um acidente de trânsito'

Por Estadão Conteúdo

Klas Bergling, pai do DJ Avicii, que cometeu suicídio há pouco mais de um ano, disse em entrevista à CNN na última quarta-feira, 3, que não acredita que o filho planejou tirar a própria vida. Para ele, foi algo do momento.

O idoso, de 73 anos, recorda que muitas coisas aconteceram em um mesmo período na rotina do músico, o que o fez perder o controle "Nossa teoria não é que ele planejou o suicídio. É mais provável que tenha sido algo como um 'acidente de trânsito"", afirmou.

Bergling disse que Avicii sempre ligava para ele quando enfrentava uma situação ruim e conversavam sobre a vida, pensamentos, meditação e amor. "Tivemos longos papos. Muitas vezes uma hora ou mais", recorda.

O pai contou ainda que seu filho estava feliz no período que antecedeu a morte e analisa que o clima de alegria pode estar ligado ao suicídio. "Ser muito ou extremamente feliz não está tão longe de ser infeliz. Pequenas coisas podem fazer você ficar triste ou mexer com o equilíbrio. Acho que foi isso que aconteceu", lamenta.

Avicii foi encontrado morto aos 28 anos em Mascate, capital de Omã, em abril de 2018. O jovem vinha lutando contra o medo do palco e a depressão ao longo da carreira.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo