Morre príncipe dos Emirados Árabes Unidos que trabalhava como estilista em Londres

Por Metro Jornal

Herdeiro de um dos xeiques dos Emirados Árabes Unidos, o príncipe Khalid Al Qasimi, 39 anos, foi encontrado morto em sua casa em Londres no dia 1º de julho. Ele era arquiteto e designer e trabalhava como estilista na Inglaterra, onde foi criado.

De acordo com informações da BBC, a morte de Khalid, segundo herdeiro do xeique Sultan bin Muhammad Al Qasimi, foi classificada como "inexplicada" pela polícia local até este momento. As autoridades foram chamadas para tratar sobre "uma morte súbita em propriedade em Knightsbridge (distrito londrino)".

A necropsia não revelou nada e novos exames estão sendo feitos no corpo de Khalid.

O xeique Al Qasimi, 80 anos, governa o Emirado de Sharjah desde os anos 1970. Três dias de luto foram decretados pela morte do príncipe nos Emirados Árabes Unidos.

Carreira na moda

Khalid fundou a grife Qasimi em 2008. Baseada em Londres, a marca era presente tanto no Paris Fashion Week quanto no London Fashion Week, alguns dos principais eventos de moda do mundo. A última temporada de desfiles acabou há três semanas. "O mundo da moda perde um grande filósofo e artista", diz  empresa no site oficial da empresa.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo