'O Escolhido': Brasil profundo vira cenário de suspense em nova série da Netflix

Por Metro Jornal

Depois de investir em drama, ficção científica e comédia, a Netflix aposta em um novo gênero para suas produções nacionais com “O Escolhido”, que estreia nesta sexta-feira (28) na plataforma de streaming.

A série de suspense se embrenha no interior do Mato Grosso para narrar uma história sobre conflitos entre ciência e espiritualidade.

A protagonista é a médica Lúcia, vivida por Paloma Bernardi, que chefia uma equipe com a missão de vacinar uma comunidade isolada contra uma mutação do vírus da zika.
Ela enfrenta uma resistência violenta da população local, que se diz imune a doenças devido à crença inabalável em um sujeito conhecido como “O Escolhido”, interpretado por Renan Tenca.

“Essa é uma comunidade regida por valores extremamente conservadores e que precisa lidar com o encontro com a diferença”, diz o ator. Paloma, por sua vez, destaca a importância de ter uma mulher de ciência frente a um líder religioso masculino.

“Lúcia é uma líder por natureza e acredita que a medicina é o melhor caminho para se alcançar a cura e para lidar com as perdas, mas a fé dela está sempre colocada em jogo”, afirma.

Tenca ressalta ainda a atualidade de “O Escolhido”. “O isolamento contribui para criar realidades paralelas e fake news”, diz ele, que descreve a série como “violenta e contemporânea”.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo