FILE 2019 completa 20 anos com homenagens a Da Vinci e Bauhaus

Festival Internacional de Linguagem Eletrônica une arte e tecnologia e fica em cartaz em São Paulo até agosto, com entrada franca

Por Metro Jornal

O File (Festival Internacional de Linguagem Eletrônica), que une arte e tecnologia, chega à 20ª edição em 2019 olhando para mestres do passado, com homenagens aos 500 anos de Leonardo Da Vinci e aos 100 anos de Bauhaus. A exposição começa nesta quarta-feira (26) e vai até 11 de agosto no Centro Cultural Fiesp.

Leia mais:
Parceria entre vodka e coletivo LGBT+ vai capacitar profissionais em SP
Com megashow no Allianz Parque, Risadaria comemora dez anos

O mestre italiano é representado na instalação de vídeo "The Last Supper Alive", que ‘recebe’ o visitante logo no início da exposição. O italiano Rino Tagliafierro movimenta as figuras da "Última Ceia" com uma técnica que mistura softwares de imagem com a da própria pintura de Da Vinci, quase como um trabalho de restauro. “Quando retiramos os personagens, pintamos o fundo da mesma forma como no original”, explicou Tagliaferro.

FILE 2019 - The Last Supper Alive | Rino Stefano Tagliafierro | Itália Divulgação

A homenagem à Escola de Bauhaus, criada na Alemanha, vem de artistas também germânicos. O grupo alemão Interactive Media Foundation & Artificial Rome criou a obra “Das Total Tanz Theater”, que recria os experimentos do movimento artístico surgidos com a Bauhaus em um espetáculo que inclui o público na performance.

FILE Das Totale Tanz Theater | Interactive Media Foundation & Artificial Rome | Alemanha Das Totale Tanz Theater / Divulgação

No total, são mais de 250 obras, entre instalações, videoarte, web arte,  animações e, claro, gifs e games. A marca da interatividade é a tônica de grande parte das obras. Como a instalação “Into the Wind”, do tailandês Witaya Junma, uma grande caixa em que o sopro se transforma em grandes bolhas de sabão. “É uma forma de enxergar a respiração em uma forma física”, contou o artista.

Into The Wind | Witaya Junma | Tailândia Into The Wind / Divulgação

Outra obra divertida, para curtir em dupla, é “Scope”, da norte-americana Kristin McWarther, que consiste em móvel de madeira que conecta dois óculos e fones de ouvido de realidade virtual. Os movimentos do colega influenciam o que você vê e vice-versa.

Scope | Kristin McWharter | Estados Unidos Scope / Divulgação

Entre os artistas brasileiros, destaque para o mineiro Pedro Veneroso, que criou "Tempo: cor", instalação que converte as horas em cores. São sete relógios, cada um ajustado em um fuso horário.

FILE Tempo:cor | Pedro Veneroso | Brasil Divulgação

SERVIÇO:

File – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. No Centro Cultural Fiesp (Av. Paulista, 1313). De 26 de junho a 11 de agosto. Horários: terça a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 10h às 20h. Entrada gratuita.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo