Vila alemã 'seca' estoque de cerveja da região para boicotar festival nazista

Por Metro Jornal

Ostritz, uma cidade no leste da Alemanha, reagiu estrategicamente a uma manifestação nazista que ocorreu no último fim de semana.  Segundo a agência Deutsche Welle, o festival musical de extrema-direita "Shield and Sword" reuniu cerca de 600 pessoas, que ficaram sem uma gota de álcool.

Primeiro, a polícia apreendeu mais de 4.000 litros de cerveja que seria comercializada no evento, já que uma ordem judicial proibiu a venda no local por razões de segurança.

Mas a ação não parou por aí: parte da população se mobilizou para acabar também com os estoques de álcool em todos os mercados e lojas de bebida da região. Segundo a agência, foram comprados mais de 100 engradados de cerveja.

Paralelamente, 2.000 pessoas se reuniram em uma manifestação que repudiava o festival, de acordo com reportagem da BBC. Em entrevista ao jornal local Bild, o ativista Georg Salditt afirmou que a ação começou dias antes do início do evento. "Planejamos há uma semana. Nós queríamos secar os nazistas. Pensamos que se o álcool fosse banido, também íamos esvaziar as plateleiras do Penny (supermercado)".

A região onde Ostritz está, perto da fronteira com a Polônia, tem sido palco para crescimento de movimentos da extrema-direita. Neste ano, o festival recebeu metade do público de 2018. Mesmo assim, um efetivo com mais de 1.400 policiais vindos de todas as regiões da Alemanha foi deslocado para a região.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo