Comédia Men in Black ganha reboot internacional

Por Metro Internacional

Todo mundo envolvido com a trilogia “Men in Black” pensava que esta comédia de ficção científica que arrecadou US$ 1,65 bilhão entre 1997 e 2012 chegara ao fim. Mas os produtores Walter Parkes e Laurie MacDonald tinham uma centelha de ideia para um novo filme.

Leia mais:
Penélope Cruz, sobre Almodóvar: ‘Pedro valoriza as mulheres’

“Men in Black: Internacional” estreia hoje, portanto, explorando a ideia de uma jovem que tem uma experiência com um alienígena e, justamente, por isso tenta integrar a agência dos homens de preto.

Como se trata de um reboot, Parkes e MacDonald sabiam que encontrar alguém para ocupar o lugar de Will Smith seria extremamente difícil. “Há poucos atores capazes de interpretar cenas de ação pesadas, que têm o porte físico certo, puro carisma e instinto cômico”, admite a produtora.

Por isso, foi um alívio quando Chris Hemsworth assinou o contrato. A química dele com Tessa Thompson em “Thor: Ragnarok” (2017) logo a fez ser escalada para ser parceira dele em cena.

Como o subtítulo já entrega, o cenário do filme deixou de ser Nova York para passar por Inglaterra, França, Itália e Marrocos.

“Acho que isso deu confiança para o estúdio dar sinal verde para o filme, porque eles sentiram que isso agradaria o mercado global”, diz Parkes.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo