Farol Santander acolhe cinco instalações que passeiam por outras realidades

Por Metro Jornal

Quando a porta do elevador se abre nos andares 22 e 23 no Farol Santander, abre-se também a possibilidade de se conhecer mundos que, até então, existiam apenas na imaginação de quem os criou.

É com o objetivo de transportar o visitante para lugares assim que o espaço tem se especializado em exposições de arte imersiva.

Leia mais:
MasterChef Brasil: Rodrigo aposta na simplicidade e se destaca em prova bem brasileira
Namorada depõe sobre o assassinato de ator Rafael Henrique Miguel

A mais nova, que abre nesta terça-feira (11) ao público, chama-se “Metaversø” e é composta por cinco obras inéditas desenvolvidas por coletivos e artistas paulistanos que trabalharam nas fronteiras da arquitetura, das artes visuais e da tecnologia.

Conhecido por criar cenografias premiadas em espetáculos teatrais, o coletivo Bijari propõe uma cidade habitada por plantas na instalação “Horizonte Utópico”, contrapondo tons de verde e cinza.

Já o coletivo Sala 28 misturou luz e movimento em “Reta-Curva”, que reflete sobre as transformações possíveis na relação entre tempo e espaço. 

Conhecido como Vigas, o artista multimídia Leandro Mendes colocou “Aparato 10¹º” para refletir a imagem dos visitantes inúmeras vezes, imaginando como seria a existência de universos paralelos com a presença deles.

Há ainda duas obras com o Aya Studio. “Mementos” foi desenvolvida ao lado de Matheus Leston – conhecido como Bloco –, para explorar a conexão entre os mundos físico e digital.

Já “Interlúdio”, criado com Wesley Lee, busca evidenciar o papel do ser humano na evolução tecnológica.


Serviço
No Farol Santander (r. João Brícola, 24, Centro, tel.: 3553-5627). Abre hoje. De ter. a dom., das 9h às 20h. R$ 20. Até 15/9.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo