'X-Men: Fênix Negra' lidera bilheterias no Brasil, mas tem pior resultado da franquia nos EUA

Por Metro Jornal

A conclusão da saga dos X-Men no cinema está tendo um desempenho abaixo da expectativa. "Fênix Negra" arrecadou menos do que o esperado nos Estados Unidos em seu primeiro fim de semana, ficando em segundo lugar. Já no Brasil, o longa protagonizado por Sophie Turner, de "Game of Thrones", conseguiu desbancar o remake de "Aladdin" e abriu em primeiro lugar.

Essa liderança, porém, veio apertada: foram R$ 11,6 milhões, contra R$ 10,2 milhões de "Aladdin", de acordo com a plataforma Filme B Box Office. Vale lembrar que a história do malandro árabe já está em sua terceira semana de exibição; a soma já chega a R$ 54,5 milhões.

Leia mais:
Luan Santana cancela participação em DVD de Paula Fernandes e canta versão original de ‘Shallow’
Internet abraça cantor que fez show vazio e recebeu apoio de Tatá Werneck

Mesmo assim, os resultados são desanimadores para os produtores-executivos. "X-Men: Fênix Negra" acumulou apenas cerca de 33 milhões de dólares nos cinemas americanos até agora. Isso deixou o filme em segundo lugar já na sua estreia, ficando abaixo da animação "Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2".

Embora essa seja uma cifra significativa, está muito aquém dos valores feitos por filmes blockbusters. Para efeitos comparativos, "Wolverine: Imortal", de 2013, era o longa menos rentável da franquia até então, fazendo 53 milhões em sua estreia.

Os especialistas apontam que esse enfraquecimento vem por conta do período escolhido para a estreia. "É um filme grande para a meia-temporada, mas pequeno demais para [ser lançado nas] férias de verão", explicou uma fonte interna da Fox ao The Hollywood Reporter.

Assista ao trailer de "X-Men: Fênix Negra":


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo