MasterChef Brasil: ‘Meu grande erro foram os molhos’, lamenta André

Por Vinícius de Melo - Portal da Band

Os participantes do MasterChef Brasil tiveram uma dura tarefa na prova de eliminação: reproduzir um banquete romântico com dois pratos criados pelo chef Erick Jacquin em apenas duas horas. O salmão unilateral ao molho holandês e a genoise com nougatine e creme anglaise de André Boratto não agradaram os jurados e ele teve de deixar o avental.

"Foi uma prova difícil, com muita coisa complicada para fazer. Os pratos eram complexos demais, tinha muito procedimento e o tempo era curto. Eu acho que a dificuldade maior era fazer, ao mesmo tempo, todos esses procedimentos. Isso é o que estava mais me preocupando", disse o servidor público em entrevista ao Portal da Band.

"Meu grande erro foram os molhos. Eu não podia ter colocado água naquele holandês de jeito nenhum. Coloquei água na panela achando que eu já tinha terminado, que eu já tinha colocado o molho no pote. Então, eu ia lavar a panela. Quando eu joguei a água, ficou um líquido e não ganhou textura", lamentou.

"Se eu não tivesse errado aquele molho, tudo teria ido bem. Eu tentei reduzir, mas o molho não chegou na consistência certa porque não vai água nesse molho. Só vai ovo, manteiga clarificada, redução de espumante com cebola. Você nunca vai conseguir reduzir depois de colocar água que não era para ter entrado", completou.

Além dos molhos, André também foi criticado por Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin pelo tamanho dos seus pratos. "Eu cozinho para 500 pessoas o tempo inteiro. Meus amigos todos vão o tempo todo na minha casa e eu adoro a casa cheia. Filho de mineira com carioca, é festa o tempo todo. É difícil para mim entender. Eu vejo um salmão lindo daquele e fico com dó de cortá-lo", explicou.

"Então, eu tentei tirar o mínimo possível para desperdiçar o mínimo possível. Daí o salmão acabou ficando grande. Eu até pensei em cortar na metade, mas a batata estava grande e eu teria que diminuir a batata. Os aspargos também estavam grandes. Então, deixei eles todos daquele tamanho mesmo. Não era um prato para duas pessoas? Fiz um prato para duas pessoas que se amam e que são apaixonadas pela comida", disse André aos risos.

Com 22 anos de serviço público, o participante eliminado pretende se dedicar agora à gastronomia. "Quero muito ver se eu consigo estudar e me aperfeiçoar. Fazer um curso, de repente, e trabalhar em um restaurante. De repente, vou lá no Cão Veio em Brasília pedir um estágio para o Fogaça. O meu maior sonho é cozinhar para as pessoas, para elas sentirem o amor que eu tento colocar no prato, o amor que eu sinto pela comida", explicou.

"Cozinhar é uma transformação. Você pega um produto bruto, uma batata com terra, um pedaço de carne, um peixe inteiro, uma farinha, um ovo e você transforma isso tudo em um espaguete maravilhoso, em um filé de salmão bem feito, em um steak show de bola, bem dourado e crocante. Conseguir transformar isso em um jeito que as pessoas sintam prazer. Isso é o que me motiva na gastronomia", finalizou.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo