Chernobyl: O que aconteceu com cada membro do ‘Esquadrão Suicida’ na vida real

Por Victória Bravo

Esta semana a minissérie “Chernobyl” está prestes a chegar ao fim com o quinto episódio intitulado “Vichnaya Pamyat” que significa “Memória Eterna” em ucraniano, uma frase muito usada na despedida nos funerais.

Retratando um dos maiores e mais dramáticos desastres nucleares da história, a minissérie atraiu a atenção do público e mostrou que os resultados poderiam ter sido ainda piores se não fosse a coragem do chamado "Esquadrão Suicida", um grupo de três voluntários que arriscaram suas vidas para deter o desastre.

Alexei Ananenko, Boris Baranov e Valeri Bezpalov foram encarregados de ir até o porão inundado para alcançar as válvulas que drenam a piscina sob o reator usada para esfriá-lo, tudo isso para evitar uma explosão letal de vapor tóxico.

ft Reprodução / FOTOGRAFIA DE IGOR KOSTIN, SYGMA / CORBIS

De acordo com Andrew Leatherbarrow, que investigou o caso e publicou o livro "Chernobyl 01:23:40: The Incredible True Story of the World's Worst Nuclear Disaster", a história foi um pouco diferente de como é contada na série.

Na ficção, quando os homens saíam da piscina já sofriam da síndrome aguda da radiação, que seria o efeito da exposição à água contaminada. Eles teriam morrido em questão de semanas.

No entanto, o autor menciona que nenhum dos três operadores morreu de síndrome aguda da radiação após o feito heroico.

No início, acreditava-se que o supervisor de turno, Alexei Ananenko, havia morrido de síndrome aguda da radiação, mas era apenas uma confusão com um funcionário que tinha o mesmo sobrenome. De acordo com Leatherbarrow, o supervisor morreu de um ataque cardíaco em 2005, como foi mencionado pelo Bussines Insider.

Um dos outros dois homens, cujo nome não foi divulgado devido a questões de privacidade, ainda está vivo, explica o autor.

Finalmente, Leatherbarrow indica que nunca encontrou o terceiro homem, mas descobriu por meio de pesquisas que ele estava vivo até 2015.

Apesar da nova versão, "eles estiveram mesmo em um porão escuro sob um núcleo do reator que estava queimando lentamente", confirma o autor.

Confira a cena que retrata esta história na série: 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo