Correção: Baterista da banda RPM está vivo e segue internado em UTI

Por Metro Jornal

O baterista da banda RPM, Paulo Antônio Pagni, de 61 anos, está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital São Camilo, em Salto, no interior de São Paulo, com pneumonia.

No início da tarde deste domingo (2), a banda havia anunciado a morte de P.A., como também era conhecido. Sites de notícias de todo o país erraram ao divulgar a notícia. O Metro Jornal foi um deles e a informação já foi corrigida na reportagem publicada mais cedo, após o comunicado da assessoria da banda.

“Infelizmente temos a tristeza de anunciar o falecimento do nosso querido e eterno baterista, Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A. Nosso irmão partiu poucos momentos atrás, mas seu legado será eternamente lembrado”, dizia a mensagem publicada pela banda em sua página oficial no Facebook. A publicação já foi apagada.

Também pela rede social, o guitarrista do RPM Fernando Deluqui publicou um vídeo de esclarecimento. Ele diz que houve um mal entendido entre ele e o médico que cuida de Pagni. No sábado, o ex-vocalista do RPM, Paulo Ricardo, disse que o baterista está internado com fibrose pulmonar.

Veja o vídeo:

Esclarecimento

Posted by RPM on Sunday, June 2, 2019


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo