Cantora ex-Aviões do Forró pede indenização de R$ 5 milhões por 'expulsão' da banda

Por Metro Jornal

A ex-vocalista da banda cearense Aviões do Forró, Solange Almeida, abriu processo contra o antigo empresário do grupo, Antônio Isaias Paiva Duarte, conhecido como Isaias CD. A cantora acusa-o de assédio, solicitando indenização no valor de R$ 5 milhões.

A ação objetiva requerer este valor, que representa 25% do patrimônio da Aviões, como indenização por tê-la "expulsado sem acordo prévio". O documento também solicita o bloqueio de bens do grupo, como o ônibus de turnê, valores bancários e empreendimentos – mas o pedido foi indeferido, após análise da tutela de urgência, que levou em consideração o período de dois anos passados desde a saída de Solange do grupo.

Leia mais:
Coletânea ‘A Lenda do Batman’ comemora 80 anos do Homem-Morcego com 100 volumes
Fim do suspense: Game dos Vingadores será revelado no próximo mês

A denúncia foi feita na Delegacia da Mulher de Fortaleza, e o processo contra Isaías corre em segredo de justiça na 3ª Vara Cível de Fortaleza.

Solange deixou a banda em fevereiro de 2017, e alega ter sido expulsa. Segundo a acusação, em setembro de 2016, os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD comunicaram-na de que a banda "não tinha mais interesse" na permanência dela, e que esta seria tolerada apenas até o final do Carnaval.

"O único objetivo da ação judicial em questão é a de ver reconhecidos os direitos da artista Solange Almeida pelos seus mais de 11 anos de banda Aviões do Forró e que até agora não foram pagos pelos administradores da empresa e demais sócios que permaneceram na banda", declarou a assessoria de imprensa da artista, em nota.

O empresário do grupo afirmou que irá emitir nota em breve sobre o caso.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo