George R. R. Martin diz a fãs para 'prenderem-no até a morte' caso não termine continuação de GoT até 2020

Por Metro Jornal

Os fãs da saga Game of Thrones já estão bem acostumados com as longas esperas entre cada novo livro da série literária. O autor, George R. R. Martin, lançou o primeiro livro da história em 1996, e, quatro obras depois, liberou o mais recente, em 2011.

Desde "A Dança dos Dragões", passaram-se oito anos sem uma continuação para a história. Enquanto isso, a série televisiva se desenvolvia na HBO, com um enredo cada vez mais distinto do que está nas páginas de GRRM.

LEIA MAIS:
‘Não me sinto preparada para nenhum tipo de parto’, diz Tatá Werneck
Nanda Costa anuncia noivado com namorada

Agora, com o final da série, Martin voltou a prometer uma data para "The Winds of Winter", livro em desenvolvimento atualmente. O escritor prometeu lançar a continuação em, no máximo, agosto de 2020. E, caso não o cumpra, topou sofrer punições drásticas.

Em seu blog pessoal, o autor escreveu: "se eu não tiver terminado “The Winds of Winter” antes da Worldcon [a World Science Fiction Convention, a maior e mais longeva convenção de ficção científica], vocês terão minha permissão por escrito para me aprisionar em uma pequena cabine de White Island, com vista para aquele lago de ácido sulfúrico, até que eu morra."

Ele ainda completou: "Contanto que os vapores não atrapalhem meu velho processador de texto DOS, eu ficarei bem."


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo