Chernobyl: 5 personagens da minissérie que foram baseados em pessoas reais

Por Victória Bravo

O desastre nuclear de Chernobyl é um dos mais conhecidos no mundo todo, mas ainda assim muitas informações foram retidas durante a União Soviética. Pensando nisso, Craig Mazin decidiu criar uma minissérie que conta o drama vivido e usou pessoas reais como referências aos seus personagens.

Confira cinco histórias reais contada na trama de Chernobyl, da HBO:

1. Valery Legasov (Jared Harris)

De acordo com o portal Refinery 29, Valery Legasov foi um químico soviético que se destacava e comandou a comissão que investigou o desastre nuclear de Chernobyl.

O profissional e é lembrado por tentar espalhar a verdade sobre a situação e desafiar o governo. Ele foi a exposto à radiação no local e decidiu tirar a própria vida aos 51 anos.

ft Reprodução / HBO

2. Boris Shcherbina (Stellan Skarsgard)

Boris Shcherbina foi vice-chefe do governo soviético e o responsável por arquitetar os "próximos passos" que deveriam ser dados após o pior desastre nuclear do mundo. Ele em chegou à Prypiat – atual Ucrânia – que ficava há 3 km de distância da usina somente 18 horas depois da explosão que liberou materiais radioativos e tóxicos.

ft Reprodução / HBO

3. Anatoly Dyatlov (Paul Ritter)

Dyatlov foi o vice-engenheiro-chefe de Chernobyl. Ele trabalhava em instalações nucleares desde o início de sua carreira e já havia sofrido um acidente nuclear antes.

Junto com outros cinco funcionários, Dyatlov foi preso culpado pelo desastre. Ele afirmou que não era responsável. De acordo com o New York Times , Dyatlov culpou o "sistema administrativo vago e descoordenado da autoridade de energia nuclear soviética" e o projeto defeituoso do próprio reator.

ft Reprodução / HBO

4. Vasily Ignatenko (Adam Nagaitis)

O personagem de Vasily representa os bombeiros que entraram no local do desastre sem o devido preparo e tiveram a saúde afetada rapidamente.

Seu declínio na saúde foi rápido e chocante. Nos dias imediatos depois de Chernobyl, o governo soviético dependia de bombeiros, mineiros e soldados para evitar mais desastres.

Ao todo, mais de 600.000 pessoas – entre eles bombeiros, mineiros e soldados –  foram enviadas para limpar Chernobyl. As doses extremas de radiação não só encurtou expectativas de vida, como matou mais de 4.000 pessoas devido a cânceres causados ​​por radiação e deixou 70.000 com sequelas graves.

ft Reprodução / HBO

5. Lyudmilla Ignatenko (Jessie Buckley)

Após os bombeiros serem afetados rapidamente por irem despreparados e sem trajes de radiação para a usina, Lyudmilla desafiou as ordens do hospital e ficou ao lado do marido. Ela escreveu um livro de memórias sobre suas trágicas experiências de Chernobyl e ainda sofre problemas de saúde relacionados à radiação.

ft Reprodução / HBO

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo