Ricky Schroder, o garotinho de O Campeão, escapa de acusação de violência doméstica pela segunda vez

Por Metro Jornal

Quem cresceu nos anos 1970 e 1980 se lembra de uma das cenas mais tristes do cinema: o final do filme "O Campeão" (1979). O garotinho Ricky Schroder, que tinha 8 anos à época das filmagens, roubou a cena como T.J., filho do lutador de boxe vivido por Jon Voight.

Leia mais:
‘John Wick 3’ chega para integrar lista de filmes mais sangrentos da história
Glee volta completa ao catálogo da Netflix em junho

Agora, aos 49 anos, Ricky se envolveu, pela segunda vez em caso de violência doméstica. Porém, de acordo com o site TMZ, a namorada retirou a acusação de agressão, alegando que ela se feriu em um acidente que ela mesma provocou.

Schroder foi preso em 2 de maio depois que a mulher ligou para a polícia relatando a agressão. O episódio ocorreu pouco menos de um mês após ele ter sido preso pelo mesmo motivo.

A namorada, que não teve o nome divulgado, afirmou que ingeriu álcool junto com tranquilizantes e assustou Schroder enquanto ele dormia. Ele acordou agitado e a acertou 'acidentalmente'.

A promotoria de Los Angeles, onde os casos ocorreram, não aceitou a acusação porque o seria difícil provar a responsabilidade dele por conta do estado alterado em que ela se encontrava.

Schroder ganhou um Globo de Ouro por seu papel em "O Campeão" em 1980 e continua atuando, sobretudo na televisão. Ele teve papéis na série "24 Horas" e em filmes para a TV, como a biografia de Dolly Parton (2016).


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo