Redes de dormir embalam exposição 'Vaivém', no CCBB

Por Metro Jornal

Herança indígena das mais presentes na cultura brasileira atual, as redes de dormir podem ser vistas sob diferentes ópticas na exposição “Vaivém”, que abre nesta quarta-feira (22) no CCBB (r. Álvares Penteado, 112, Centro, tel.: 3113-3651; de qua. a seg., das 9h às 21h; grátis; até 29/7).

Leia mais:
Chico Buarque é o primeiro músico a vencer o Camões, maior prêmio de literatura em língua portuguesa
‘Bacurau não é advertência ao governo Bolsonaro’, diz Kléber Mendonça Filho; diretor compete em Cannes

Com curadoria de Raphael Fonseca, a mostra reúne obras de cerca de 140 artistas, incluindo desde expoentes contemporâneos, como Cláudia Andujar e Ernesto Neto, a criadores indígenas, como Arissana Pataxó e Denilson Baniwá.

São pinturas, esculturas, instalações, fotografias, vídeos, documentos e até mesmo HQs que valorizam os saberes de nossos antepassados e destacam o caráter identitário que as redes assumiram na cultura brasileira, apresentadas aqui nos mais diversos tipos de representação.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo