MasterChef Brasil: ‘Senti o gosto de nada’, lamenta Renan; participante culpa eliminação na gripe

Por Band.com.br

Um dia ruim na cozinha do MasterChef Brasil pode ser o suficiente para deixar o programa. Foi basicamente o que aconteceu com Renan Corrêa, que serviu um charuto aguado e sem tempero para os jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin no episódio exibido neste domingo, 19.

"O que aconteceu é que eu estava gripado. Não senti o gosto de nada e isso é muito ruim para um cozinheiro. Se você não tem o nariz e não tem a boca boa, você vai no escuro. Acaba sendo um tiro no escuro, porque o nariz e a boca são as extensões de um cozinheiro. É como você sente os cheiros, aromas, coloca na boca e sente o gosto", disse o economista em entrevista ao Portal da Band.

"Eu estava mesmo com medo de sair por causa de uma comida sem sal e foi, de fato, o que aconteceu. Quando os chefs avaliaram o meu prato, eu tinha certeza de que seria eliminado. Porque eu não sou uma pessoa de não deixar a comida temperada. Minha comida é bastante temperada e, infelizmente, dessa vez não consegui temperar direito", complementou.

Segundo Renan, a única esperança para se salvar da eliminação era se o prato de Haila Santuá estivesse muito salgado. "Se ela tivesse temperado a massa de macarrão, seria ela que sairia. Duas coisas que são inadmissíveis na cozinha: a falta de tempero ou o excesso de sal", afirmou.

Apesar de ter sido eliminado por causa dos charutos, o cowboy da edição estava animado no início da prova. "Eu acabei ficando com a última cloche e dei sorte que era charutinho. Eu nunca tinha feito charuto de uva, nem de repolho, mas tinha referência dos charutos que minha mãe fazia quando eu era criança. Então, fui por esse caminho", disse.

"Eu me arrisquei para ver o que tinha na última cloche porque eu teria mais tempo. Eram 45 minutos contra 24 minutos, se eu desse outro lance, para fazer o bacalhau. Com 24 minutos, se o bacalhau estivesse salgado, certeza que eu iria rodar. Pensando que eu teria mais tempo, então foi o meu momento de arriscar", explicou.

Para Renan, a punição que recebeu por causa do seu desempenho na primeira prova acabou prejudicando-o no leilão. "Eu não pude dar lances nos três primeiros pratos e, daqueles três, haviam dois que eu queria fazer. Um era a moqueca, que eu faria uma moqueca paraense com goma de tapioca, e o outro seria o Tournedos Rossini. Mas, paciência", lamentou.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo