MasterChef Brasil: ‘Depois de fígado e leite condensado, o que vier está bom’, afirma Juliana Nicoli

Por Vinicius Melo - Portal da Band

A Caixa Misteriosa do último episódio do MasterChef Brasil surpreendeu os participantes ao propor algo diferente: ao invés de pegar ingredientes no mercado para si mesmo, eles deveriam fazer compras para outro colega. Após o sorteio, Helton Oliveira ficou responsável por entregar 10 ingredientes para Juliana Nicoli cozinhar.

"Eu ganhei uma cesta com leite condensado, bife de fígado, uma cebola, três rabanetes, cinco ervilhas-tortas – e uma estava quebrada, não tinha o que fazer –, uma espiga de milho que estava horrorosa, um pimentão vermelho e um pote de alcaparras. Não dava para fazer nada com nada", disse em entrevista ao Portal da Band.

Leia mais:
Comida de chef: Arrase no almoço de Dia das Mães com essas receitas do MasterChef
‘Única vez que queimei feijão foi no MasterChef’, relembra Yukotorn Tapabutt

"Era uma prova que tinha tudo para dar certo, mas eu comecei com uma Caixa muito complexa, que não tinha nada para fazer. Só bife acebolado e mais nada. Eu ainda consegui inventar algumas coisas. Acho que depois de ganhar fígado e leite condensado, o que vier está bom", completou a administradora hospitalar.

Depois de ficar na média, Juliana teve mais uma chance de tentar escapar da prova de eliminação, com uma mini-prova de massas. "Eu estava esperançosa com essa prova. Meu objetivo era me sair bem. Eu queria usar sálvia, mas no mercado não tinha. Eu queria fazer algo muito simples, então peguei gorgonzola e bacon para fazer um molho junto com creme de leite", explicou.

Porém, a receita da cozinheira amadora acabou não agradando aos jurados Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin. "O gorgonzola é muito pesado e salgado e o bacon também é um produto muito salgado. A massa estava no ponto, o molho estava bom, mas talvez tivesse que ter alguma coisa que trouxesse um frescor para o prato. Não o bacon. Acabou ficando pesado", lamentou.

Já na prova de eliminação, Juliana conseguiu brilhar e mostrar seu talento na cozinha do MasterChef Brasil. "Poke é uma coisa que eu como e gosto bastante. Fui para a prova confiante, até porque essa é mais a minha culinária. Gosto de produtos mais naturais, mais frescos. Fui tranquila para a prova, sinceramente. O grande 'xis' da questão era administrar o meu tempo. Sabia que meu poke tinha um quê a mais por causa do sabor", contou.

"Como é algo que eu estou acostumada a comer, eu coloquei dois molhos, duas crocâncias. Acho que fui a única que pegou alface para colocar no poke, que pegou nabo. Acho que fui a única que pegou quantidade de coisas para colocar. Meu mise em place estava muito bom, estava organizando. Essa vitória dá um gás, porque eu comecei o episódio com fígado e leite condensado", finalizou ela, que preparou um poke de salmão ao molho de mel com sunomono, manga e chips de batata-doce.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo