Piscou, Dançou: Nova série da Netflix é criticada e chamada de 'tortura televisionada'

Por Victória Bravo

Na semana passada a Netflix estreou a primeira temporada de “Piscou, Dançou”,  um reality de comédia e ação com uma regra simples: você não deve se mover. No entanto, as críticas nas redes sociais não foram as melhores e muitas pessoas apontaram que suas imagens revelam “tortura do entretenimento”.

Em cada um dos 10 episódios, oito competidores participam de três desafios, todos filmados em celeiros em uma fazenda da Irlanda do Norte.

Submetidos a provas que forçam respostas automáticas do corpo – como o susto – cada participante que não consegue controlar os nervos é punido. As consequências podem ser dolorosas, como um choque elétrico, mergulhos na água, entre outros.

Entre as muitas críticas no Twitter,  uma usuária chamou o programa de “tortura televiosionada”, enquanto outra chegou a cancelar sua assinatura no streaming após assistir o programa que originalmente leva o titulo de “Flinch”.

“Hey @netflix Meu marido e eu assistimos ao trailer de Flinch e você acabou de perder dois assinantes. Eu não estou apoiando a tortura como entretenimento – que conceito repulsivo – com meus dólares. FAIL TOTAL”.

Por outro lado, outros usuários levaram os episódios para o lado do bom humor e lembraram de programas como “Jackass”, uma série de “pegadinhas” exibida pela MTV que acabou se transformando em filmes e ficou famosa no mundo todo.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo