Taís Araújo desiste de viver cientista brasileira no cinema após ser chamada de 'clara demais'

Por Metro Jornal

A atriz Taís Araújo não irá mais interpretar a cientista brasileira Joana D'Arc Félix nas telonas. Após o anúncio de seu papel no longa-metragem, Taís relatou ter ouvido críticas sobre não ser a pessoa mais adequada para a função por conta de seu tom de pele.

Apesar de ser também negra, como Félix, a atriz foi chamada de "clara demais" – introduzindo um debate sobre colorismo.

"Eu não era a pessoa mais adequada", afirmou a artista. "Eles estavam totalmente certos".

Leia mais:
Gina Rodriguez se casa em cerimônia celebrada por colega de Jane the Virgin
Marcos Mion mostra resultado de sessão de sete horas em tatuagem hiperrealista de Jesus

Taís contou que continua envolvida no projeto, porém ainda não é certo se desempenhará um papel atrás ou à frente das câmeras. "Eu não preciso fazer a Joana D’Arc, já faço tanta coisa! Posso fazer o projeto acontecer com uma outra atriz, mais adequada para interpretar a personagem. Porque essa atriz existe, e não sou eu", diz.

Segundo Araújo, aceitar o papel seria retirar a oportunidade de uma atriz com pele mais retinta, como a da própria cientista.

"Essa atriz de pele mais escura deve estar cansada de ouvir que não pode fazer um ou outro papel porque não é adequado para ela. Nesse caso, o papel é absolutamente adequado, então ninguém vai dizer que ela não pode fazer.”


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo