Entenda o arco do Capitão América em 'Vingadores: Ultimato'

Por Metro Jornal

ATENÇÃO: ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DE "VINGADORES: ULTIMATO".

Os momentos finais de Steve Rogers em "Vingadores: Ultimato" pegou boa parte dos fãs de surpresa. Não eram muitos que esperavam que o Capitão América tomasse a decisão de viver no passado, com Peggy Carter. Mas, dentro da lógica proposta pelo filme, como isso funcionou?

De acordo com a entrevista que os diretores Anthony e Joe Russo cederam à Entertainment Weekly, Rogers não viveu no passado, mas sim em uma linha do tempo alternativa. "Se o Cap voltasse ao passado e morasse lá, ele criaria uma realidade ramificada. A questão então passa a ser: como ele está de volta a essa realidade para entregar o escudo?", questionou Joe.

Leia mais:
Com performance milionária de Madonna, Billboard Music Awards 2019 entrega 12 prêmios a Drake; assista
Joe Jonas e Sophie Turner se casam em cerimônia na cidade de Las Vegas

Ele mesmo responde: "Talvez haja uma história lá. Há muitas camadas construídas neste filme e passamos três anos pensando nisso. Por isso é divertido falar sobre isso e, esperamos, preencher lacunas para as pessoas, para que elas entendam o que estamos pensando", afirmou.

"Falcão e o Soldado Invernal", série de TV que está sendo produzida pelo serviço de streaming da Disney, pode trazer essa resposta. Embora o Falcão não saiba de nada, como é mostrado no último longa da Marvel, Bucky Barnes tem consciência do que aconteceu com seu melhor amigo.

Joe explicou que isso é evidente em "Vingadores: Ultimato". "Especialmente quando ele diz adeus. Ele diz: 'Vou sentir sua falta'. Claramente ele sabe de alguma coisa", disse.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo