MasterChef Brasil: Quase pensei em desistir, afirma Helton sobre prova da pimenta

Por Vinicius Melo - Portal da Band

O estudante Helton Oliveira surpreendeu os jurados do MasterChef Brasil com uma receita de tarte tartin de maçã com creme inglês. Inicialmente, o cozinheiro amador pretendia fazer um pão de queijo frito com geleia de pimenta e queijo coalho, mas não conseguiu encontrar todos os ingredientes no mercado.

"Faltavam 30 segundos e, além das maçãs, eu só peguei leite, manteiga, creme de leite e maisena para conseguir fazer o pão de queijo, mas eu esqueci do fermento. Cheguei na bancada e não sabia o que fazer. Pensei oito minutos e resolvi fazer uma tarte tartin, mas eu não tinha pegado farinha de trigo", relembrou em entrevista ao Portal da Band.

Leia mais:
MasterChef Brasil: ‘Queria ajudar meus amigos’, diz Helton, ‘dono’ do mezanino na última prova
MasterChef Brasil: Helton declara crush em Paola e internautas se identificam

Por sorte, embaixo da bancada do MasterChef há alguns ingredientes básicos para auxiliar os participantes: dentre eles, açúcar, sal marinho, azeite e farinha de trigo. "Peguei a minha farinha, a da Haila [Santuá] e do Eduardo [Richard]. Fiz a massa de tarte tartin no olho, chutando como era para ser feita. Caramelizei as maçãs com pimenta e suco de limão – que também peguei do Eduardo – e montei a torta", disse.

"Os dois são os meus melhores amigos aqui, junto com a Natália [Jorge]. Se eles não tivessem me emprestado a farinha de trigo, eu estava lascado. Não ia ter tarte tartin para servir. Ia ser uma geleia de pimenta com maçã e, com certeza, eu seria um destaque negativo", completou Helton.

O cozinheiro amador acabou arrancando vários elogios dos jurados. "Foi gratificante para mim a Paola [Carosella] gostar do prato, o [Henrique] Fogaça elogiar também e o [Erick] Jacquin falar que eu fiz um creme inglês muito bom. E a Ana Paula [Padrão] provou meu prato, né? Eu nunca vi ela provando alguma coisa no programa. Fiquei muito grato", afirmou.

Para não se complicar nas próximas provas, o estudante mineiro quer entrar mais focado no mercado. "A partir de hoje, só vou dar tiro certeiro. Vou olhar onde estão todas as coisas e pensar antes de começar a prova. A hora do mercado é decisiva, porque você não sabe o que vai encontrar lá. Então, eu vou pensar muito antes de começar qualquer prova. Pensar dois minutinhos, pensar nos meus processos", contou.

"Se eu não tivesse pensado aqueles oito minutos no que eu iria fazer, eu não iria entregar nada. Eu quase pensei em desistir naquela hora, quase fiquei sentado sem fazer nada. Depois que eu me organizei, eu fiquei confiante. Estava confiante de que eu seria um dos destaques e eu provei todos os processos. O importante é que tudo estava muito saboroso", finalizou.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo