Vida inspira ‘papo cênico’ de Jô Soares

Por Metro Jornal

Não é segredo para ninguém que Jô Soares, 81 anos,  é um contador de causos. Tanto é que, nas três décadas em que conduziu talk shows, ele era às vezes criticado por falar mais do que o entrevistado.

Leia mais:
Ingrid Guimarães busca novo blockbuster com ‘De Pernas pro Ar 3’
Suspíria: Luca Guadagnino revive giallo italiano em remake

Como ator, apresentador, humorista e diretor, Jô transitou por diversos círculos sociais que lhe garantiram um volume tão impressionante de histórias que sua autobiografia precisou ser dividida em dois volumes.

São elas que embasam “O Livro ao Vivo”, espécie de “papo cênico” em que o personagem sobe ao palco para contar justamente episódios o que estão presentes nas quase 900 páginas dos livros.

Esse é o primeiro espetáculo solo de humor de Jô, 81 anos, em mais de uma década, o que o permite explorar seu apreciado timing cômico.

Ele surge em cena ao lado do jornalista Matinas Suzuki Jr., coautor do livro, que vai provocá-lo a contar também histórias inéditas.


Serviço
No Teatro Faap (r. Alagoas, 903, Higienópolis, tel.: 3662-7233). Estreia hoje. De qui. a sáb., às 21h. R$ 80. Até 29/6.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo