MasterChef Brasil: Quis fazer uma receita bem simples, explica Natália Jorge

Por Vinicius Melo - Portal da Band

Arrancar elogios dos jurados Henrique FogaçaPaola Carosella e Erick Jacquin no MasterChef Brasil não é uma das tarefas mais fáceis. Por isso, ser um destaque positivo nas primeiras provas pode dar um gás na competição para qualquer participante.

Leia mais:
Danilo Gentili é condenado a quase sete meses de prisão por injúria contra Maria do Rosário
Ingrid Guimarães busca novo blockbuster com ‘De Pernas pro Ar 3’

No entanto, a brasiliense Natália Jorge achou que iria direito para a prova de eliminação. "Quando eu fui chamada pelos chefs, eu fiquei com medo, sem saber se eu seria um destaque positivo ou negativo. Eu estava confiante, mas o Fogaça começou a falar mal do prato", relembrou em entrevista ao Portal da Band.

"Fiquei surpresa quando a Paola deu uma elevada no comentário. Acho que a carne ficou suculenta, no ponto certo, e isso fez a diferença. O fato de eu ter rasgado a couve também ajudou muito. Essa cozinha rústica, de produto, tem tudo a ver comigo", completou.

Com os itens da Caixa Misteriosa, a servidora pública preparou uma alcatra de porco com couve na manteiga. "Foi uma comida mineira. Eu quis fazer uma receita bem simples, apegada a mim. O Fernando [Consoni] roubou a erva-doce, mas foi tranquilo porque eu não ia utilizar. Foi de boa", afirmou.

Para continuar entre os destaques positivos, Natália promete ser uma jogadora tranquila. "Vou seguir do jeito que eu sou, mais observadora e ficar na minha. Acho que esse é o melhor caminho", finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo