Kanye West recusa medicação para controlar crises de bipolaridade

Cantor opta por não tomar remédios para manter a estabilidade emocional, pois acredita que a medicação altera completamente a sua personalidade

Por BANG Showbiz

Kanye West opta por não tomar medicação para controlar as crises de bipolaridade, porque acredita que os remédios alteram sua personalidade.

O rapper, de 41 anos, foi diagnosticado com a doença em 2018, mas sua esposa, Kim Kardashian, relatou que, embora ele esteja "em paz" atualmente, ele se recusa a tomar medicação para ajudá-lo a manter a estabilidade.

Leia mais:
Oprah Winfrey sai em defesa da duquesa Meghan: ‘Um amor de pessoa’
‘Detetive Pikachu’ ganha vídeo com pokémons ensaiando para o filme; assista

"Acho que estamos em paz com isso agora. É um processo que mexe com as emoções, com certeza. As coisas estão no lugar atualmente. Conseguimos antever a chegada das crises e sabemos como lidar com elas. Para ele, estar sob medicação não é uma opção viável, porque simplesmente muda quem ele é. Viajar muito o atrapalha, então ele não viaja tanto quanto anteriormente. Sinceramente, não quero falar no lugar dele, pois não tenho como saber tudo o que se passa em sua mente", explicou a musa.

Apesar de recusar medicação, Kanye tem evitado as redes sociais para preservar seu bem estar.

Kim ficou decepcionada com as recentes confusões do cônjuge e pediu que ele se retirasse das plataformas digitais.

Uma fonte relatou à 'People' recentemente: "Claramente, ele ainda não está bem. Kim quer que ele fique fora do Twitter".

Após uma série de mensagens de Kanye atacando o cantor Drake no ano passado, Kim escreveu: "Meu marido é a pessoa mais inteligente e genial que conheço. Ele quebrou paradigmas no mundo da música, da cenografia, da moda e da cultura, e continuará a mudar o mundo. Drake nunca ameaçou meu marido nem nossa família. Kanye abriu o caminho para que Drake pudesse brilhar".

Embora Kim tenha defendido o parceiro depois da troca de farpas com o rival, ela agora gostaria de seguir adiante e não pretende se envolver em "tretas" novamente.

A fonte completou: "Kim não planeja escrever outro comunicado sobre o impasse e pediu a Kanye para se manter em silêncio também".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo