Lollapalooza: Portugal. The Man abre com protesto indígena; show atraiu multidão

Por Luccas Balacci - Metro Jornal

 

selo lollapalooza

Portugal. The Man botou o público para dançar no palco Onix no primeiro dia de Lollapalooza. Antes do começo da apresentação, a banda trouxe representantes da comunidade indígena que discursaram e pediram por demarcação de terras.

 

Leia mais:
Elekfantz enxerga ambiente cultural no Lollapalooza: “Tem um papel educador”
Lollapalooza: ‘Estamos matando pessoas porque pensam diferente’, diz Lenny Kravitz, headliner de sábado

O quinteto abriu o show com dois covers, sendo um instrumental do Metallica ("For Whom the Bell Tolls") e um trecho de Pink Floyd ("Another Brick in The Wall"), já emendando em "Purple Yellow Red and Blue", do álbum Evil Friends, de 2013.

O repertório contou com dez canções e o público, que já era grande no começo da apresentação, só cresceu. Se deu bem quem ficou até o fim e pulou ao som de Fell it Still, maior hit do grupo.

Durante o show, não faltou bom humor por parte da banda! Depois de 20 minutos do show, o telão passou a mensagem, em português: "Nós somos Portugal. The Man! Apenas certificando-se de que você está assistindo a banda certa". Pela reação do público, todos estavam exatamente onde queriam estar.

Portugal The Man Lollapalooza 2019 Luccas Balacci/Metro

Setlist:

  • For Whom the Bell Tolls
  • Purple Yellow Red and Blue
  • Number One
  • Live in the Moment
  • Creep in a T-Shirt
  • Atomic Man
  • Modern Jesus
  • All Your Light (Times Like These)
  • Holy Roller (Hallelujah)
  • Feel It Still
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo