Lollapalooza: No palco Adidas, Troye Sivan rouba a cena e se candidata a queridinho da edição

Por Fred Lopes - Metro São Paulo

 

selo lollapalooza

Quem pensou que Troye Sivan seria uma atração menor no Lollapalooza, se enganou, e muito. O australiano de 23 anos anos lotou o palco Adidas, o mais longe do portão de entrada e, geralmente, destinado a novidades e experimentos.

 

Leia mais:
Lollapalooza: Com hits e ato político, Scalene embala primeiras horas do festival
Lollapalooza: Portugal. The Man abre com protesto indígena; show atraiu multidão

Iniciando com "Seventeen", o artista não poupou elogios à plateia. "Sing with me, São Paulo" era um pedido constante – e sempre atendido. O público cantava, a plenos pulmões, cada uma de suas canções.

Em "Wild", um problema técnico desligou o telão, mas foi rapidamente resolvido. "Bite" foi a desculpa perfeita para que ele resolvesse abandonar o look sóbrio e ficar só de regata. "Puta merda, está quente pra caramba aqui!", disse. E não foi uma mera desculpa, porque a partir daí, Sivan não recusou nenhum dos copos d'água que lhe eram oferecidos.

Em "1999", música que conta com a participação de Charlie XCX, o pôr do sol alaranjou o show. Não demorou muito para ele tocar seus hits "Youth" e "My My My!", encerrando sua participação no festival.

O Lollopalooza Brasil vai até domingo (7), no Autódromo de Interlagos. Post Malone, Kings of Leon, Lenny Kravitz e Rashid são alguns dos destaques de sábado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo