MasterChef Brasil: Estava com medo da prova técnica, conta Eduardo

Por Vinícius de Melo - Band.com.br

Para entrar na cozinha do MasterChef Brasil, o advogado Eduardo Richard teve de passar por uma das provas técnicas mais difíceis do programa: fazer o mise en place perfeito de diferentes tipos de legumes. O desafio exigia conhecimento de cortes variados, muita precisão e rapidez.

"Eu estava com bastante medo da prova técnica, por causa do nível de exigência dos jurados. Eu tomei bastante cuidado para deixar os legumes perfeitos, mas eram técnicas que eu tinha familiaridades. Desse aspecto, foi tranquilo. Eu estava tenso por conta do momento, porque a técnica eu sabia executar", disse o paranaense em entrevista ao Portal da Band.

Depois de apresentar os legumes cortados, o participante teve de preparar um tempurá de camarão para Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin. "Eu estava confiante com a minha receita. Sabia que ia dar exatamente como eu treinei. Treinei um pouquinho em casa. Minha única dúvida era se os jurados iriam gostar ou não", afirmou.

Veja também:
Festival É Tudo Verdade começa nesta quarta no Rio e em SP
Lollapalooza: confira o provável setlist do show de Sam Smith

"A receita saiu como eu queria, mas eu fiquei um pouco arrependido de ter colocado um elemento a mais no prato, que foi a salada, que eles não pediram. Eu tentei fazer algo a mais e foi justamente o que eles não gostaram. O essencial do prato [os camarões], eles gostaram bastante", explicou.

Segundo Eduardo, a ideia de fazer um elemento a mais no prato veio da insegurança com relação ao nível dos outros participantes. "A minha prova era uma prova complicada porque o tempurá é um prato muito simples. Pediram um tempurá e um molho. Achei que se eu servisse só o tempurá, talvez eu pudesse perder o avental para alguém mais familiarizado, que servisse alguma coisa a mais. E aí o meu prato ficaria pobre. Por isso eu tentei colocar um elemento a mais", contou.

"A primeira lição que fica, com certeza, é que menos é mais. É uma máxima que eu busco quando cozinho e acabei, justamente na prova, indo contra ela. Agora minha estratégia vai ser cozinhar o meu melhor e estar sempre entre os melhores, para não ser eliminado. Quero chegar o mais longe possível e, quem sabe, na final", concluiu.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo