Atriz de 'Grey's Anatomy' revela como a síndrome de Down da filha mudou sua visão sobre a maternidade

Por Victória Bravo

Conhecida por seu papel como Amelia Shepard em “Grey's Anatomy”, a atriz Caterina Scorsone abriu seu coração sobre sua concepção da maternidade com sua filha Eliza e como isso mudou quando ela se tornou mãe da sua segunda filha, Paloma Michaella, que nasceu com síndrome de Down.

“Quando eu tive Eliza, acho que o que eu inconscientemente pensei que o meu trabalho como mãe era prepará-la para sobreviver em um mundo competitivo. Meu trabalho era ter certeza de que ela era educada, capaz e que tinha todas as habilidades que precisava. Eu pensei que este era o meu trabalho”, confessou no podcast chamado Motherly.

A mãe de 37 anos disse que quando Paloma foi diagnosticada com síndrome de Down, ela logo percebeu que ela ia ter algumas diferenças físicas e cognitivas.

“Eu não sabia o que deveria fazer. Se o meu trabalho não é equipá-la para competir ou dominar socialmente, educacionalmente, fisicamente ou economicamente (…) qual é o meu trabalho?”, se questionou.

Mas justo nesta fase de questionamentos e certo pânico, a atriz finalmente encontrou a resposta que precisava.

View this post on Instagram

I love being at work. But I miss these toes. #momlife

A post shared by Caterina Scorsone (@caterinascorsone) on

“Uma voz veio até mim e eu pensei: 'Eu devo mantê-la segura e eu devo fazê-la se sentir amada'. E de repente minha compreensão do meu trabalho como mãe foi completamente destilada e aberta”.

Ela acrescentou que essa nova revelação também a fez perceber que ser mãe de Eliza não significava controlar e independentemente do que estivesse fazendo para "manipular os mundos" das filhas, elas iriam crescer e seguir seus próprios caminhos.

“Não era meu trabalho controlar esse caminho. Estou aqui para mantê-las seguras enquanto elas estão se desenvolvendo (…). Estou aqui para amá-las. Isso mudou minha perspectiva de maternidade”, terminou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo