Lentidão no atendimento e acusações de fraudes na ala preferencial marcam fila para show de Sandy e Junior

Por Metro Jornal

Desde que a dupla Sandy & Junior anunciou seu fim em 2007, muitos fãs sonham com um retorno. A demanda foi tanta que este ano os irmãos resolveram comemorar os 30 anos de carreira com uma turnê para matar a saudade.

Contudo, o que era o sonho de muita gente, acabou se tornando uma grande dor de cabeça. Fãs na maioria das capitais – com destaque para Rio de Janeiro e São Paulo – tem relatado dificuldades para adquirir uma entrada. E em várias delas, a reclamação é a mesma: pessoas que não são fãs vão para a fila, compram o máximo de ingressos que conseguem e entregam para outras pessoas revende-los – os famosos cambistas. Cada pessoa tem direito a até seis bilhetes com um mesmo CPF.

A publicitária Katherine Araújo Lima, de 29 anos, enfrentou problemas na fila do estádio do Pacaembu, em São Paulo. "Cheguei aqui às 23h de quarta, revezei com uma amiga em alguns momentos, mas quando fui em casa tomar banho, a organização distribuiu as senhas e eu fiquei sem", declarou. As senhas desta sexta-feira (29) no Pacaembu foram entregues às 3h.

Leia mais:
Sandy e Junior anunciam show em Porto Alegre; capital gaúcha havia ficado fora de turnê comemorativa
Rock in Rio 2019 revela espaço de música eletrônica e line-up

Katherine tentou comprar pelo site da Ingresso Rápido em todas as vezes que foi disponibilizada essa opção – inclusive durante as pré-vendas -, mas não conseguiu. "A venda abre meia-noite, mas sempre tem fila online. Ontem [dia 28], quando abri o link às 22h30, já cheguei com um número alto", reclamou. Cerca de 148 mil pessoas estavam a frente dela. Por isso, resolveu arriscar uma última tentativa na fila presencial da bilheteria oficial.

"Eu vim já na pré-venda. Recebi a senha número 136, pensei que seria tranquilo, mas também não consegui", disse. Katherine atribui isso a alta presença de pessoas levadas por cambistas na fila. "Quando eu estava na fila, atrás de mim, havia uma garota com uma barriga falsa, fingindo estar grávida. Mesmo assim, ela ficava pulando a grade o tempo todo. Reclamamos com os seguranças e eles nos informaram que tirariam ela, mas ela permaneceu na fila".

A reportagem do Metro Jornal apurou que, nesta sexta (29), em um intervalo de 40 minutos, apenas três pessoas da fila não preferencial foram atendidas na bilheteria física do estádio do Pacaembu. Ao meio-dia e meio, saía o fã da senha número 24. O atendimento por lá começou às 10h30.

Fãs utilizaram a hashtag do evento – #NossaHistóriaSandyEJunior – para criticar a organização do evento e desabafar. "Nem um show internacional teve tanta desorganização assim", escreveu Larissa Francelino, em sua conta no Twitter. "Respira fundo e não pira, você não vai no show de Sandy & Junior", postou Laura Weiller no Instagram.

Veja outros tweets:

Loading...
Revisa el siguiente artículo