Homem processa Netflix e a banda Mötley Crüe após perder pé em acidente durante filmagens

Por Metro Jornal

Um membro da equipe dos bastidores do documentário da Netflix sobre a banda Mötley Crüe, que estreou na sexta-feira (22), está processando os artistas e a empresa de streaming por um acidente que sofreu durante as filmagens.

LEIA MAIS:
Justiça concede prazo à defesa antes de julgar esteticista Dani Bumbum
Durante visita a Cuba, Príncipe Charles experimenta mojito em restaurante de Havana

Louis DiVicenti acusou os produtores – a própria banda de hard rock – e a Netflix de negligência. Ele estava carregando canos de metal no set do filme em Louisiana, EUA, quando fez contato com cabos elétricos. O acidente deixou DiVicenti com queimaduras de segundo e terceiro grau, que o fizeram perder um de seus pés.

A gravidade do ocorrido foi tanta que, ao chegar ao hospital University Medical Center, médicos deram ao paciente apenas 2% de chance de sobreviver. Nas sete semanas seguintes, ele passou por diversas cirurgias, incluindo a amputação.

A acusação de DiVicenti é de que a equipe do diretor Jeff Tremaine "falhou em tomar precauções de segurança como desativar as linhas de energia".

Loading...
Revisa el siguiente artículo