Ex-esposa de Michael Jackson admite que Paris e Prince não são filhos do artista

Por Victória Bravo

Enquanto uma grande polêmica gira em torno do documentário “Leaving Neverland”, que denuncia Michael Jackson por casos de abuso sexual e pedofilia, Debbie Rowe, ex-esposa do artista, acaba de revelar que Prince e Paris não são filhos biológicos do cantor.

Em entrevista ao The Sun, Debbie assumiu que os dois herdeiros nasceram a partir da doação de esperma de uma terceira pessoa e que ela nunca teve relações sexuais com Jackson: “Eles me fertilizaram, da mesma maneira que eu fertilizo meus cavalos para reproduzir, era muito técnico, eu era sua égua de raça pura”, disse ao jornal inglês.

Os dois se conheceram enquanto ela trabalhava em uma clínica de dermatologia e foram amigos durante 15 anos. Eles se casaram no Sheraton Park Hotel em Sydney, Austrália, em novembro de 1996, quando ele tinha 38 anos e ela 37 anos.

A cerimônia aconteceu pouco depois do cantor se divorciar de Lisa Marie Presley e com Debbie grávida de seis meses de Prince, que nasceu em fevereiro de 1997. Paris nasceu em abril de 1998 e, após três anos de casamento, eles se separaram.

Depois de um acordo extrajudicial, Jackson ficou com a custódia total das crianças. Em declarações de 2003, Debbie afirmou que "nunca" fez nada "para ganhar o título de mãe": "Como Michael fez tudo, eu não tentei ser mãe, não troquei fraldas, não me levantei no meio da noite, Michael fazia tudo".

Michael ainda tem um terceiro e mais novo filho, Prince Michael "Blanket" Jackson, que nasceu em 21 de fevereiro de 2002.  A identidade da mãe biológica de Prince é desconhecida.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo