Green Day anuncia vinil com apresentação marcante no Woodstock '94; relembre 'guerra de lama'

Por Luccas Balacci - Metro São Paulo

O ano de 2019 marca o aniversário de 25 anos do lançamento de Dookie, terceiro álbum de estúdio do Green Day e responsável pela explosão do grupo ao redor do mundo. Com singles como Basket Case e When I Come Around, o trio californiano deu um novo olhar ao punk rock, melódico e com influências do pop, e desde então inspira gerações de músicos que buscam composições simples e enérgicas.

Com a fama repentina, o grupo rapidamente deixou as pequenas casas de shows para lotar arenas e fazer parte de grandes festivais. Um deles, o Woodstock '94, tentava ser uma releitura ao clássico encontro musical de 1969, que reuniu Jimi Hendrix, Janis Joplin e The Who. A nova edição, 25 anos depois da original, contou com artistas como Bob Dylan, Red Hot Chili Peppers, Metallica e Aerosmith.

Green Day Woodstock 94 Reprodução

A apresentação do Green Day no festival se tornou uma das mais memoráveis de sua carreira e será lançada pela primeira vez em vinil neste ano. O lançamento será no dia 13 de abril em comemoração ao Record Store Day, evento anual em que bandas disponibilizam discos especiais a venda apenas em lojas físicas especializadas. Ainda não há informações sobre a cor do vinil ou se a apresentação de 35 minutos estará completa, mas apenas 6,8 mil cópias estarão disponíveis para compra.

Relembre a história

No momento que subiram ao palco, uma forte chuva havia transformado uma fazenda de Saugerties, em Nova York, que recebeu o evento, em um grande lamaçal. Com uma apresentação explosiva, o trio evocou um clima de caos na plateia, nesse ponto do evento já muito suja de lama.

Até os primeiros vinte minutos de show, eram poucos os pedaços de lama e grama que eram atirados no palco. A partir da música "F.O.D.", porém, os fãs começaram a invadir o palco, e a quantidade de lama aumentou – a produção tentou proteger os músicos e equipamentos com uma lona, sem sucesso.

O auge aconteceu durante a última música, "Paper Lanterns", em que uma "guerra de lama" consagrou ao festival o apelido de Mudstock (brincadeira com o nome do evento e a palavra "mud", que significa "lama" em inglês). O vocalista Billie Joe Armstrong começou a jogar a lama de volta no público, e após muita sujeira a apresentação foi encerrada. "Todo mudo diga 'calem a porra da boca' e nós vamos parar de tocar", afirmou Armstrong, que teve o pedido atendido.

Assista ao show completo do Green Day no Woodstock '94:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo