'Fiz esse filme como se fosse uma culminação', diz diretor de 'X-Men: Fênix Negra'

Por Metro Jornal

Está chegando o dia da estreia de "X-Men: Fênix Negra" – e, provavelmente, do fim da saga. Isso porque, com a compra da Fox pela Disney, não se sabe que rumos o grupo disfuncional de super-heróis pode tomar daqui para a frente.

Leia mais:
Warner anuncia sequência de ‘Aquaman’ para 2022
‘Nasce uma Estrela’ vai reestrear nos cinemas com música e cenas inéditas

Em entrevista a revista Entertainment Weekly, o diretor Simon Kinberg explicou que o novo longa foi pensado para chegar a uma espécie de clímax.

"A história da Fênix é, para mim, a saga definitiva dos 'X-Men'. Eu fiz esse filme como se fosse uma culminação em alguns aspectos – não que não pudessem haver outros filmes. Não é como se fosse um fim necessariamente, mas é um fim para eles [os X-Men]", disse.

Ele também destacou a presença das mulheres neste filme. "Eu acho que parte do que aconteceu em 'X-Men: O Confronto Final' foi que, em vez de ser uma história sobre a Jean, acabou se tornando uma história sobre a cura – que na verdade, era uma trama de Charles, Erik e Wolverine. Dessa vez, eu queria que fosse uma história da Jean. Ela é a personagem dominante do filme", explicou Kinberg.

"X-Men: Fênix Negra" estreia dia 7 de junho de 2019, com Sophie Turner, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Jessica Chastain, Nicholas Hoult, Ty Sheridan e Alexandra Shipp no elenco principal.

Assista ao trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo