Trump acusa 'ataque racista' em discurso de Spike Lee no Oscar 2019

Por Metro Jornal

Nem todos ficaram contentes com a vitória do diretor Spike Lee no Oscar 2019.

Após vencer a estatueta de Melhor Roteiro Adaptado por "Infiltrados na Klan", Lee – que era um dos favoritos a Melhor Diretor – deu um discurso sobre a história do racismo e do genocídio negro nos Estados Unidos.

O diretor também fez um ataque indireto ao presidente Donald Trump, pedindo aos estadunidenses para "fazer a escolha certa" em 2020. Neste ano, as eleições para presidência dos Estados Unidos ocorrem, e certamente Donald Trump concorrerá para se reeleger.

LEIA MAIS:
Spike Lee fica revoltado com vitória de ‘Green Book’
ONU alerta para surgimento de onda de ‘xenofobia, racismo e intolerância’ no mundo

Trump utilizou sua conta no Twitter para responder à menção de Spike Lee, acusando-o de ter feito um "ataque racista ao presidente".

"Seria bom se Spike Lee pudesse ler suas anotações, ou melhor, não ter que usar anotações, quando fizesse seu ataque racista em seu Presidente, que fez mais por afroamericanos (Reforma da Justiça Criminal, Menor Taxa de Desemprego na História, Corte de Impostos, etc.) que quase qualquer outro Presidente!", escreveu.

Confira abaixo o discurso de Spike Lee:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo