'Querido Menino' retrata luta dura contra vício em drogas

Por Matt Juul - Metro Internacional

Atualmente em cartaz nos cinemas, “Querido Menino” é baseado no best seller do jornalista David Scheff e no livro de memórias de seu filho, Nic, que lutou contra o vício em metanfetaminas.

No longa, eles são interpretados, respectivamente, por Steve Carell e Timothée Chalamet, indicado ao Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante por seu papel na produção, que não se furta a mostrar como pode ser complicado o vício e o processo de recuperação dele, assim como a carga financeira e mental que os membros da família precisam suportar para apoiar um ente querido em sua luta contra a doença.

Leia mais:
Oscar 2019: ‘Green Book: O Guia’ triunfa e leva a estatueta de Melhor Filme
De forma poética, ‘Guerra Fria’ retrata idas e vindas de casal da Polônia comunista

Esse é um filme particularmente oportuno, já que mais de 72 mil pessoas morreram de overdose, apenas nos Estados Unidos, em 2017. Atualmente essa é a principal causa de morte entre as pessoas com menos de 50 ano no país.

“É uma epidemia. Acho que, mesmo de forma tímida, um filme como este pode despertar alguma consciência sobre isso”, afirma Carell.

Em “Querido Menino”, Nic parece estar preso em um ciclo contínuo de recaídas mesmo após ter feito muitos progressos e ter conseguido se manter limpo por mais de um ano em um dado momento.

Carell confessa só ter descoberto mais sobre o mundo das anfetaminas após integrar o projeto. Nesse processo, ele se surpreendeu com o quanto esse tipo de droga “altera a química cerebral” e “reduz sua capacidade de pensamento de raciocínio”.

“Isso faz com que se torne muito mais difícil fugir dela. Essa é uma droga muito traiçoeira. Todas são, mas metanfetaminas são especialmente ruins”, afirma o ator.

Além de apresentar a luta pela recuperação de um vício, o filme também se vale de um ponto de vista íntimo para mostrar como isso não se trata apenas de uma doença pontual, destruindo ainda as vidas dos parentes e amigos de quem sofre com ela.

“Acho importante mostrar um equilíbrio desses dois lados. As drogas destroem muita gente ao mesmo tempo”, conclui o ator.

Assista ao trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo